Tag Archives: alimentação

3 fev
2015
Dica verde: gelo de couve
   Por: Ste Costa

Já comentei algumas vezes por aqui que não vivo mais sem suco verde (tem até vídeo mostrando minha receitinha básica). Os benefícios são inúmeros e dentre eles o que mais percebi é o quanto minha resistência melhorou a ponto de muito raramente eu adoecer. Fora o pique para as atividades do dia-a-dia né?! Bem, mas cortar couve todo santo dia não é das tarefas mais legais, fora que muitas vezes as folhas amarelam mais rápido do que conseguimos consumir. Para isso existe o gelo de couve, super fácil de fazer e que quebra o maior galho! ;)

 

 

É muito simples: basta lavar todas as folhas, separar os talos, rasgá-las em pedaços grandes mesmo e bater no liquidificador com pouquinho água. Bem pouca mesmo, tipo dois dedinhos no fundo do liquidificador é o suficiente para não ficar ralo. Aí põe nas forminhas e congela, simples assim! Na hora de fazer o suco é só usar de dois a três cubos de gelo e completar com mais água e os demais ingredientes que você costume usar. Vale bater algumas folhas de hortelã junto com a couve para congelar também.

 

Ah! Os talos podem ser aproveitados! Corte em cubinhos e congele num pote para usar em refogados, caldos e até mesmo no arroz. Dá um gostinho mara, fora os nutrientes que são super importantes! Adorei essa ideia, antes eu jogava os talos fora todo dia =/

Espero que tenham curtido a dica e não esqueçam de fazer em casa! Vale muito a pena se cuidar :)

 

 

Gostou? Deixe um recadinho!
6 dez
2014
Faça você: hambúrguer artesanal {yumiii}
   Por: Ste Costa

Quem me acompanha sabe que há pouco mais de um ano venho seguindo uma rotina mais saudável com alimentação balanceada e prática de exercícios regularmente. Mas claaaaaaaro óbiviamenteeee que vira e mexe eu como (ou bebo! ihihi) alguma coisa que não se enquadra exatamente na lista dos itens mais saudáveis da alimentação! É o caso dessa delícia da foto abaixo: um hambúrguer artesanal feito por mim!

 

 

Eu e meu namorado gostamos de nos aventurar pela cozinha de vez em quando e dia desses deu a louca e resolvemos fazer um sanduíche com hamburguer artesanal! E, olha, vou confessar para vocês que esse aí dá de mil a zero em muitos… principalmente nos de fast-food que são super sem graça. Garanto a vocês que quem experimenta um burguer artesanal não o troca por nenhum outro. E o melhor: é super fácil!

 

 

Iniciei preparando o shimeji refogado. Shimeji é um tipo de cogumelo que fica delicioso com tudo nessa vida, incrível! Basta lavá-lo bastante (gosto de por um pouco de limão), separar os talos menores do grandão e refogar na manteiga com cebola picadinha. Vai acrescentando o shoyu aos poucos para dar uma cor, só não exagere por causa do sal! Finaliza acrescentando uma colher de cream cheese ou creme de ricota e reserve.

 

Para fazer o hambúrguer propriamente dito você vai precisar apenas de carne moída e um pouquinho de água e azeite (se quiser!). Nós usamos fraldinha e pedimos para moer um pouco da gordura junto, é importante para dar suculência. Maminha e patinho também são boas opções. Depois que misturar tudo ~ com as mãos mesmo ~ separe a carne em três bolas grandes e vá amassando para moldar os burguers. O sal deve entrar só na hora assar os hambúrguers para que não percam água. Depois de moldados leve um a um na chapa (ou frigideira antiaderente) beeeeem quente, espere aproximadamente 2 a 3 minutos para dourar e só então vire. Nada de ficar virando toda hora ou amassando com a espátula… isso pode deixá-lo ressecado. Ah, uma boa dica é cobrir com a tampa para cozinhar por dentro!

 

Aí meus amores, é só montar e correr pro abraço!!! Escolha um pão bem macio, um bom queijo (usamos o prato… nada de usar aqueles queijos processados tipo cheddar, pelo amor de Deus!), alface e pronto! Dá pra soltar a imaginação e acrescentar ou substituir os ingredientes a vontade. Na próxima vez queremos testar o preparo de uma maionese com sabor, só não sei quando será porque não dá pra comer sanduíche com frequência né?! kkkkk Mas se der certo compartilho por aqui!

Gostaram da receita mais “gordinha”? Querem que eu publique mais vezes as minhas aventuras na cozinha? Bjo, bjo!

 

 

Gostou? Deixe um recadinho!
28 mar
2014
Frutaria São Paulo
   Por: Ste Costa

Aproveitando a “vibe São Paulo” que pairou sobre o blog essa semana, achei legal compartilhar uma dica de um lugar health food super agradável que conheci durante a minha viagem: a Frutaria São Paulo do Jardins. Sei que Sampa é lotaaaada de opções legais pra comer (quem dera Belém tivesse ao menos 30% do total de lugares né?) então até mesmo quem mora na cidade acaba não conhecendo tudo, além disso muita gente viaja pra lá então com certeza a dica vai ser bem útil! ;)

 

 

A Frutaria, como o nome já diz, é um mix entre venda de frutas e restaurante com pegada saudável. O local virou point da galera geração saúde e não é por menos: o ambiente é mega agradável e a comida uma delícia só!! No cardápio há opções para todas as refeições e como fomos na hora do almoço minha escolha foi uma posta de salmão grelhado coberta com geléia de laranja e quinua. Para acompanhar, suco de uva Itália (a verdinha) feito com água de coco – o carro chefe da casa.

 

Dando uma pesquisada descobri que essa unidade, que fica na Oscar Freire com Peixoto Gomide é a filial do restaurante que inaugurou há alguns anos em Vila Nova Conceição (que pelo que entendi é próximo ao Parque Ibirapuera). Os preços são naquele “padrão São Paulo”, ou seja, não são os mais baratos do mundo – mas também nada de exorbitante. Aqui no site tem fotos e o cardápio completo.

 

Curtiram a dica? Um ótimo fim de semana a todos! Bjo, bjo!

 

 

Gostou? Deixe um recadinho!
3 out
2013
Conteúdo Saudável: cereais
   Por: Ste Costa

Vocês já estavam com saudade da tag Conteúdo Saudável? Eu estava morrendo! A nossa querida nutri Thaisa Luz estava envolvida em outros projetos e por isso ficamos algumas semanas sem os nossos posts, mas agora voltamos com força total! E o assunto da vez é algo que muito interessa e que temos ouvido falar bastante atualmente: cereais. Quer conhecer alguns deles, saber as principais propriedades e benefícios? Então você está no lugar certo! Tá contigo Thaisa! ;)

 

Hoje vamos listar alguns cereais que devem ser inclusos na alimentação diária de cada um de nós, e descrever os seus benefícios.

Considerado um cereal funcional, a aveia é rica em proteínas, vitaminas (principalmente as no complexo B), minerais (como ferro, cálcio, magnésio, zinco, cobre e manganês) e carboidratos integrais. É também, uma excelente fonte de fibras, principalmente a betaglucana, que auxiliam na diminuição dos níveis de colesterol no sangue, pois age absorvendo as gorduras, ajudando assim a prevenir problemas cardíacos. Por ser rica em fibras, a aveia dá a sensação de saciedade e auxilia na regulação do transito intestinal, deixando o intestino funcionando como um “reloginho”.

A aveia apresenta três tipos: Flocos (grão praticamente in natura), farelo de aveia (feito com a camada externa do cereal) e Farinha (produzida da parte mais interna da aveia, não contendo tantas fibras alimentares).

Grão da moda, o amaranto é rico em proteínas e boa fonte de cálcio e ferro. Auxilia na saúde do coração reduzindo os níveis de colesterol e triglicérides, além de conter boa quantidade de aminoácidos não essenciais, aqueles que o organismo não produz. Não contém glúten, sendo indicado aos portadores de doença celíaca.

Pode ser cozido de 5 a 10 minutos e ser acrescentado à salada, frutas e vitaminas ou pode ser utilizado em massas e panquecas, entre outras preparações, na versão farinha.

Considerada o grão dos astronautas, a quinoa possui grandes concentrações de proteínas, vitaminas E, C e do complexo B, fósforo, zinco e ferro. Tem potente ação cicatrizante, analgésica e anti-inflamatória, e ainda traz boa quantidade de fibras. É indicada para atletas, pois ajuda na recuperação muscular, é de fácil digestão, e tem pouca quantidade de gordura e colesterol.

Por ser rica em proteínas, pode ser ótima substituta de carne, sendo recomendada aos vegetarianos. Pode ser incorporado também a saladas e batidas de frutas. Assim como o amaranto, não contém glúten.

Escura ou dourada, a semente do linho é uma das principais fontes de ômega 3 e 6, importantes para a prevenção de doenças cardiovasculares, controlando níveis de triglicérides e colesterol. Fornece ótimas quantidades de potássio e contém vitamina E, um excelente antioxidante natural, entre outras vitaminas e minerais. Seu consumo melhora as defesas e funcionamento do organismo.

A linhaça é mais bem absorvida na forma de farinha, sendo assim o ideal é que as sementes sejam moídas no liquidificador antes do consumo. É muito utilizada no preparo de pães e misturada nas grandes refeições ou em cereais matinais, sucos, molhos, iogurtes, entre outros.

Cereal integral saboroso e rico em vitaminas do complexo B. Possui mineral como o magnésio, que ajuda na contração muscular, importante na prática de atividades físicas. É rica também em cálcio e ferro.

Para o consumo, basta cozinhar em água, e adicionar a cevada para enriquecer saladas, sopas e outros pratos.

Cereal fonte de proteínas, importante para os músculos, pele e unha. É rico em ferro e é fonte de fibras, que ajudam no esvaziamento gástrico e intestino “preguiçoso”.

Esse é o grão mais conhecido por nós. Presente nas refeições diárias (principalmente dos brasileiros), o arroz é uma excelente fonte de energia, fornecendo proteínas, vitaminas e minerais e baixo teor de lipídios.

 

Perguntei para a Thaisa sobre o arroz/trigo integral, se realmente é melhor consumir esse tipo do que o normal. Ela me respondeu que sim porque ele contém maior quantidade de nutrientes e fibras que controlam o intestino e tem poder de saciedade. Mas também não quer dizer que o arroz polido não seja bom, ele é, mas o integral é mais. ;)

 

Gostaram do post? Qualquer dúvida é só falar!

 

 

 

Gostou? Deixe um recadinho!
31 jul
2013
#Bloggers4fit: pequenos (e importantes) detalhes!
   Por: Ste Costa

Já contei para vocês aqui como é o acompanhamento nutricional que estou fazendo com o Juscélio Araújo, personal diet do projeto #Bloggers4fit. Hoje resolvi mostrar quatro “pequenos detalhes” que inseri na minha alimentação diária a partir das instruções dele. Vocês vão ver como pequenas mudanças podem nos trazer grandes benefícios para a saúde! ;)

Incrível como essas coisinhas fazem um bem danado! As castanhas são ricas em selênio e combatem o envelhecimento celular causado pela formação natural daquelas incansáveis moléculas que danificam as células, os radicais livres. O ideal é consumir 1 a 2 unidades diariamente, não pode passar disso hein! Na minha dieta inicial o Juscélio indicou que eu consumisse no lanche da manhã junto com uma fruta ou um iogurte zero gordura. Agora fizemos algumas adaptações e a castanha passou para a tarde junto com o Blend Proteico (falo disso num próximo post).

O óleo de coco é o novo queridinho da galera saudável! As pesquisas ainda são um pouco incertas quanto aos benefícios reais do produto, mas muitas garantem que é uma boa opção para substituir o óleo comum (desde que sem exageros!). Segundo estudos o óleo de coco é termogênico (acelera a queima de gordura) e também um poderoso antioxidante. Meu consumo é 1 colherada antes do almoço, além de usá-lo em frituras. Sempre beeem pouquinho. O cheiro de coco é muito gostoso e o sabor é super de boa.

O Ativo Fibras também é uma novidade na minha dieta. Eu já consumia linhaça, chia e outros, mas esse mix de cereais integrais, sementes e fibras é a primeira vez. De acordo com a marca são 18 ingredientes incluindo aveia, soja, quinoa, gergelim, cacau, guaraná em pó e vários outros. Uso para enriquecer sucos e vitaminas. Ah, é muito importante o consumo de água na nossa alimentação, principalmente quando estamos ingerindo bastante fibras! Eu sempre tenho mais sede, por sinal.

Agora o melhor achado da vida foi esse Choco Soy ahahaha! O Juscélio sugeriu como uma das minhas opções de sobremesa pro fim de semana (dia de semana é só meia fruta rsrs). Comprei o que tem formato de gotas (está no centro da montagem, na caixinha de papel reciclado) e gente, sério, é uma delícia!! Os chocolates de soja não possuem lactose e nem glúten, então podem ser consumidos por quem tem intolerância. Também são livres de colesterol e de gordura trans. Oh glória!! Mas não pode exagerar hein meninas!

 

Espero que tenham curtido essas dicas! Para quem também está em busca de uma boa alimentação e de atingir os seus objetivos, sejam eles para o ganho ou perda de peso, a minha sugestão é procurar um especialista e o Juscélio Araújo é super gente boa e ótimo profissional! ;)

Os contatos dele estão na fanpage do Facebook, dá uma olhada!

 

Bjo, bjo!

 

Gostou? Deixe um recadinho!
19 jul
2013
Conteúdo Saudável: o que comer na praia
   Por: Ste Costa

Opa, peraí, a tag Conteúdo Saudável não entra sempre no início da semana?? Tem algo de errado aqui! Não, não, eu explico! O tema de hoje tem tudo a ver com quem está arrumando as malas para curtir o verão! A nossa querida nutricionista Thaisa Luz vai falar um pouco sobre alimentação para a praia com direito a duas receitinhas deliciosas e super práticas no final! ♥

Então, papel e caneta na mão e vamos nos cuidar hein? Nada de jacar no fim de semana! Bjo, bjo!

Chegou a estação que a maioria dos brasileiros gostam: VERÃO! E aqui no Pará ainda temos o privilégio de ter sol durante quase o ano todo! O fim de semana chega e todos já se preparam para curtir, seja em praia de água doce, salgada, igarapé (muito comum na região) ou até mesmo em uma piscininha.

Só que muita curtição nos faz esquecer, na maioria das vezes, o cuidado com o bem estar e a saúde. O post de hoje vai ajudar as meninas e os meninos de como se precaver dos excessos e passar o mês das férias saudável, com a cara do verão! ;)

 

Nesta estação, o corpo pede um consumo maior de líquidos para compensar as perdas de água e sais minerais decorrentes da transpiração. Por isso, é necessário realizar algumas adaptações nos hábitos alimentares. Frutas, verduras, legumes, peixes e água não podem faltar pra quem deseja uma alimentação leve e saudável, pois esses alimentos favorecem a digestão.

Uma vitamina importante é a vitamina C! Ela age como um dos melhores antioxidantes que combatem a ação dos radicais livres, deixando o organismo mais saudável, as células protegidas e, de quebra, previne contra o envelhecimento. As fontes de vitamina C são frutas cítricas (laranja, limão, caju, acerola, morango) e vegetais, como o tomate, mas, principalmente, os verdes escuros (pimentão, couve, agrião, espinafre). Além disso, a vitamina C ajuda na absorção do ferro proveniente das proteínas, como carnes bovinas.

 

A exposição ao sol ajuda o organismo a produzir vitamina D se for tomado em doses moderadas e no horário adequado (até as 10h da manhã e depois das 16h). Todos nós estamos cansados de saber que a exposição indevida pode causar alguns danos e malefícios, como o câncer, desidratação, manchas na pele, entre outros, por isso, não se esqueça do filtro solar e chapéu. Dentre suas funções, a vitamina D vai proteger as células da pele e ajudar na absorção de Cálcio na dieta. Algumas fontes dessa vitamina, que também pode ser adquirida pela alimentação, são os ovos, leite e peixes, que são ricos em ômega 3.

A água é primordial para essa época. Lembrem-se: estado de sede já é considerado desidratação! Mantenha sempre em mãos uma garrafinha com água, principalmente se estiver na praia. Aposte também na água de coco, rica em nutrientes que, além de deixar o organismo hidratado, ajudam na manutenção das células e tecidos. As frutas que apresentam maior teor de água são a melancia, melão, abacaxi, pêra, laranja, tangerina, carambola, morangos, uvas, coco, etc.

 

Tome cuidado com os alimentos consumidos na praia! A exposição ao calor faz com que o produto se torne um ambiente propício para a proliferação de bactérias e, por isso, todo cuidado é pouco com ostras, camarões, sanduíches ou saladas de frutas vendidos sem que se saiba a procedência.

E só para ressaltar: nem todos os líquidos ajudam a hidratar. As bebidas alcoólicas, entre elas, as cervejinhas e destilados, têm efeito contrário no organismo, pois não satisfazem a necessidade de água e ainda provocam a perda de nutrientes pela urina. Para aqueles que não abrem mão de consumir, a dica é ingerir essas bebidas com moderação, intercaladas com água e sucos, a fim de evitar a desidratação. Os refrigerantes também devem ser evitados.

 

Para ficar saudável também no verão, abaixo segue uma receitinha de um Suco Verde e um Sanduiche Natural, simples e deliciosos, com muitos nutrientes e antioxidantes:

 

Pronto! Agora é só degustar e pegar uma onda esperta, mas cuidado com o jacaré!

Gostaram das dicas? Fiquem a vontade para sugerir novos temas!

Gostou? Deixe um recadinho!
11 jul
2013
#Bloggers4fit: Dieta alimentar 01
   Por: Ste Costa

Esse é o primeiro post oficial do projeto #Bloggers4fit e escolhi um tema muito importante para começar: a minha dieta alimentar! Como muitos devem saber, estou fazendo acompanhamento nutricional com o personal diet Juscélio Araújo que estará com a gente durante os 06 meses de projeto. Iniciamos com uma avaliação para diagnosticar a composição do meu corpo em relação ao peso e distribuição de massa gorda(muita, kkk)/massa magra. O Juscélio fez uma entrevista na qual contei todos os meus hábitos alimentares e exercícios físicos que estava começando a fazer na Bodytech, além de tirar minhas medidas, me apertar com aquele aparelhinho que vê as dobras cutâneas (rsrsrs) e realizar um teste de Bioimpedância. Tudo isso para podermos estipular quais os objetivos eu tenho que alcançar e para montar a dieta exatamente de acordo com a minha necessidade e rotina.

Vou contar um pouquinho dela para vocês agora! 

Meu dia começa apenas com um pré-treino e essa com certeza é a parte que mais tive dificuldade para me adaptar! Estava acostumada a tomar café da manhã normal antes de ir pra academia (tenho que chegar lá por volta de 06h30…07h devido o meu trabalho) e comer apenas a proteína com aveia e fruta nos primeiros dias não foi de Deus ahahah! Mas acabei acostumando e hoje consigo fazer de boa. Normalmente preparo essa refeição com banana (no dia da foto só tinha maçã :( ) e bato com água, assim fica tipo uma vitamina e pesa mais ehehe. Mas pode cortar tudo, misturar e comer “puro” mesmo.

 

Logo que eu acabo o treino, ainda na Bodytech, misturo a proteína X-Iso (ainda vou fazer um post falando só sobre ela!) com água e tomo. Essa shakeira SmartShake (comprei na SNC do Boulevard) é uma mão na roda porque tem três compartimentos: dá pra levar duas doses de proteína e ainda os comprimidos de suplementação. No meu caso estou tomando apenas o polivitamínico Centrum.

 

Me arrumo na academia e saio desesperada para o trabalho. Primeiro porque estou sempre atrasada (meu programa de musculação é ENORME), segundo porque estou varada de fome!!! #Arrmaria. Quando chego no trabalho aí é que vou tomar o café da manhã de fato (aquele que eu estava acostumada a tomar antes de malhar rs) que é com 01 fatia de pão integral, um tiquinho de requeijão light, 01 fatia de peito de peru e a bebida láctea. Nessa foto eu tinha substituído o pão por torrada… também posso trocar por 3 bolachas, 1 pão de queijo, 1 tapioquinha. Normalmente tomo leite desnatado com Nescau light pela manhã, sempre bebi isso pois não gosto de café com leite e o Juscélio manteve na minha dieta ♥ ♥. Nesse dia substitui pelo Piracanjuba (já postei sobre aqui).

 

 

Por volta de 11h faço o lanche da manhã que pode ser 1 fruta ou um iogurte zero gordura (o Grego mesmo sendo Light não é zero hein, cuidado) + 2 castanhas. Esse lanche é bem parecido com o da tarde e também pode ser substituido por cookies, bolacha integral ou barra de proteína (proteína hein, não de cereal). Como mês passado eu estava de férias, pude fazer umas estripulias diferentes e sair da rotina no lanche: às vezes comia panqueca proteica (vai ovos, aveia, whey protein e o recheio é de banana com canela)… e quando ia comer fora escolhia sanduíches saudáveis com sucos naturais ou chá gelado como esse do Tasca Mercado.

 

O almoço não é nada diferente do que eu já comia! Carne vermelha no máximo duas vezes na semana, pouco arroz ou macarrão, 1 conchinha de feijão e bastante salada. Ah! Antes de almoçar eu também estou tomando 1 colher de Óleo de Coco. O jantar pode ser +/- parecido com o café da manhã, mas o Juscélio sempre sugere a omelete proteica que é feita com 3 claras e recheio de frango, atum ou peito de peru! É muito gostosa e importante para os nossos músculos. ;)

 

E quando a gente vai comer fora? Tem que se cuidar também né! Procuro sempre uma salada gostosa como essa do B&B Bistrô que vem com salmão cru, é uma delíciaaaa. A comida japonesa é uma ótima opção pro jantar, de preferência sem shoyu, cream-cheese e teryiaki.

 

No geral foi bem fácil seguir a dieta que o Jujú (sim, ele já tem até apelido entre as bloggers ahahah) me passou… na verdade eu já consumia tudo isso e não comia tanto no dia-a-dia. Só faltava “organizar” melhor minhas refeições e acertar nas quantidades. Claro que nesse período nem tudo foram folhas flores né! Tive algumas “jacadas”, peguei uma gripe e me dava vontade de comer tudo que via pela frente e por aí vai! Mas até um dia de “folga” na semana a gente tem na dieta, então o grande lance é saber compensar mesmo e não exagerar.

Estou SUPER feliz porque já fiz a primeira reavaliação e estou indo muito bem (já até cheguei no peso estipulado no início uhuuu), mas depois conto pra vocês! Tá vindo o segundo vídeo da série por aí, já viram o primeiro?

Para conhecer mais do trabalho do Juscélio Araújo é só entrar na fanpage dele, o atendimento é feito na SNC do Boulevard ou em domicílio. Já arrastei meu namorado pra lá também ehehhe.

 

Post gigante né? Olha que ainda faltou muuuita coisa! Obrigada a quem chegou até aqui e se tiverem dúvidas é só perguntar no campo verdinho aqui embaixo! Estou agora na parte 2 da dieta, depois falo sobre ela por aqui!

 

Bjo, bjo!

 

Gostou? Deixe um recadinho!