2 jul
2013
Conteúdo Saudável: nem só de baixas calorias vivem as dietas!
   Por: Ste Costa

Primeiro de tudo quero pedir desculpas pelo tempo sem atualizar essa tag aqui no blog! O texto já estava prontinho pela nossa querida parceira Thaisa Luz, mas com as demandas do #MulherNaModa eu ainda não havia conseguido postá-lo.

Fico feliz de ver que o Conteúdo Saudável está fazendo o maior sucesso por aqui! O post de hoje, que já é o terceiro da série, foi feito atendendo ao pedido de uma leitora e o assunto é bem interessante e diferente! Vamos lá?!

Uma das leitoras do blog nos atentou para a importância que temos dado para o tema emagrecimento e nos sugeriu que abordássemos também dicas para aquelas pessoas que querem ganhar peso de forma saudável, claro. E aqui estamos nós, atendendo às sugestões!

 

Mesmo num mundo onde grande parte das pessoas é considerada sobrepeso, caminhando para a obesidade (com estatísticas comprovadas!), é muito comum conhecermos aqueles chamados “magros de ruim”, que não engordam de jeito nenhum mesmo comendo quantidades exageradas de alimentos.

 

Isso ocorre em decorrência de muitos fatores, partindo de causas hormonais (hipertireoidismo) até o metabolismo acelerado ou doenças mais graves. É muito importante, no primeiro momento de avaliação, questionar os motivos que causam a magreza, já que nem sempre a pessoa que é considerada magra está com o organismo normal e saudável. É válido ressaltar que num corpo magro não necessariamente significa que há uma boa reserva de tecido muscular e pouco tecido gorduroso. Há pessoas muito magras que têm um alto percentual de gordura em função do sedentarismo, hábitos alimentares incorretos e dos longos intervalos de tempo sem se alimentar.

 

Pode-se pensar que não, mas para as pessoas engordarem saudavelmente a dificuldade chega a ser tão alta quanto a das que querem emagrecer, pois é interessante que o aumento de peso seja por conta de massa muscular e não de gordura. E isso se dá pelo combo de sempre: bons alimentos + atividade física.

 

 

O cuidado com gorduras e o controle no aumento do colesterol HDL e dos triglicérides são preocupações ao tratar pacientes com baixo peso. A dieta adequada deve conter vitaminas e minerais, calorias que podem ser aumentadas e não simplesmente açúcar e gordura. Ela precisa ser equilibrada com carboidratos, proteínas e fibras. E, diferente do que muita gente pensa, sem excesso de gorduras.

 

Frituras e doces são os primeiros na lista de quem deseja aumentar de peso. No entanto, pode exigir mais trabalho digestivo para o organismo, mais gasto de energia e, no fim, chances menores para formação de gordura e músculos ausentes. Ganhar peso sem aumentar o teor de gordura do corpo é o ideal, mas tem de ter paciência!

 

É preciso manter uma dieta hipercalórica e mudar o tipo de alimentação. Mas é importante não sair por aí comendo tudo o que vê pela frente. A regra de evitar alimentos ricos em calorias, mas com pouco valor nutritivo permanece. Nada de abusos nos restaurantes fast-food, por exemplo. O indicado é consumir uma dieta que forneça os nutrientes apropriados para promover um ganho de peso saudável, como carnes (ou qualquer outro tipo de proteína), cereais, leguminosas, verduras, frutas, nos mais variados modos de preparo.

 

 

 

 

 

Gostou? Deixe um recadinho!

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>